Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Conversas, Café & Sorrisos

Atreve-te a ser tu mesmo todos os dias!

Atreve-te a ser tu mesmo todos os dias!

Conversas, Café & Sorrisos

28
Dez15

Voltei Voltei... Voltei de lá


Ana Rita 🌼

4 Frames - 2zxDa-2Li7F - normal (1).jpg

 Pois é... estive 4 dias em estágio, sem net, sem rede, sem nada!! Havia muito ar puro, muito campo, muitos animais e tal e tal... mas ligação ao mundo, pouca ou nenhuma! Deu para descançar e carregar baterias para mais uma semana daquelas...Mas, VOLTEI!! 

Obrigada a todos os bloggers que por aqui passaram ou que nos seus posts me desejaram um FELIZ NATAL, espero que o vosso tenha sido tão agradável como o meu.

 

Um bem haja a todos e ... me aguardem que esta semana temos mais Murmúrios de Prazer e outras coisas mais!

22
Dez15

Murmúrios de Prazer #5


Ana Rita 🌼

Clara sentiu aquelas mãos vigorosas a agarrar a sua cintura e a pressionarem-na contra si. Sentia o corpo de Nuno colado ao seu, o sexo inchado dele pressionado contra a sua barriga. Todos os músculos do seu corpo gritavam por ele, por mais. "que se foda" pensou Clara e lentamente começou a entregar-se novamente a ele. Nuno sentindo o corpo dela a ficar mais descontraído começou a dar largas às mãos, que até ao momento se encontravam a extinguir o espaço entre eles e começou a toca-la. Sempre com a boca colada à dela Nuno começou a empurrar habilmente Clara até ao sofá que se encontrava a poucos centímetros deles. Clara sentiu o frio das almofadas de pele do seu sofá. Nunca homem nenhum a tinha possuído naquele espaço,nem em nenhum daquela casa. Começou a sentir a pressão de corpo de Nuno no seu para que se senta-se , sem dar por ele, Nuno arrancou o fino robe que a cobria da nudez total. Ficou totalmente exposta, meia sentada meia deitada no sofá. Nuno parou alguns segundos para a observar, ela era tudo e mais alguma coisa que ele tinha imaginado durante anos. Nuno colocou-se ainda totalmente vestido em cima dela e começou a acariciar o corpo dela, a boca começou a descer primeiro para os seios onde lambeu e mordiscou os mamilos redondos e inchados. Demorou se alguns momentos ali, mas o seu objetivo era deixá-la totalmente rendida. A sua boca foi descendo então lentamente pela barriga até ao baixo ventre, beijou lhe as virilhas, as coxas. Clara sentia que todo o seu corpo estava em alerta. Nuno brincava com ela, com o sexo dela. Ela sentia a urgência da língua dele ali, e ele não a fez esperar muito mais. Num movimento rápido atacou o seu monte de Vénus com a língua, os lábios os dentes. Sem pudor enfiou primeiro um depois outro dedo dentro dela acompanhando a língua em movimentos ritmados dentro e fora. Clara sentia que o seu corpo não lhe pertencia, cada investida dele, da língua e dos dedos dele, ela gemia, contorcia o corpo e impulsionava o seu sexo contra a boca e os dedos dele. Sentia o orgasmo cada vez mais próximo. Nuno sentia a completamente rendida às suas investidas. Queria que ela percebesse que a desejava. Sentiu o orgasmo de Clara cada vez mais próximo e começou a intensificar os movimentos com os dedos dentro dela. Clara sentiu todo o seu corpo entrar em erupção, sentiu os espasmos e depois aquela luz branca e maravilhosa. Nuno não lhe deu tempo para pensar, nem para sair daquele estado de prazer. Despiu num ápice a sua roupa, agarrou Clara pela cintura e posicionou-a em cima de si. Clara ainda estremunhada sentiu o membro erecto se Nuno a entrar dentro de si. Instintivamente começou a pressionar o seu sexo contra o sexo dele para que entrasse mais fundo e a preenches-se totalmente. Nuno estava no céu, aquela gruta húmida e apertada estava a tira-lo de si. Ele queria mais. Intensificou os movimentos para penetra-la mais e mais. Subitamente Nuno levantou-se, saiu de dentro dela e posicionou-a de joelhos virada de costas para si. Penetrou-a por trás agarrando as coxas de Clara entrando e saindo del num frenesim. E quando a penetrava, os seus dedos começaram a acariciar o clitóris dela para, mais uma vez a levar ao orgasmo. Mas desta vez não foi sozinha, sentiu o mastro vigoroso de Nuno inchar dentro de si e deixou-se ir com ele. Gritaram os dois em uníssono o seu prazer. Nuno estava completamente enterrado dentro dela. Agarrava lhe as nádegas e pressionava o corpo dela contra o seu. Queriam ambos ficar assim para sempre, carne com carne. Dois corações a bater no mesmo compasso. (continua)

2015-12-06_00.19.27.jpg

21
Dez15

Mrmúrios de Prazer #4


Ana Rita 🌼

Clara ficou parada à porta sem reacção. A única palavra que conseguiu dizer foi - Nuno... Nunca imaginou que depois das palavras azedas que trocaram ele tivesse a ousadia de se lhe apresentar e ainda por cima à porta de casa. Que ela não fazia a mínima ideia de como ele ali chegara. - Clara precisamos conversar. Não me deixes aqui plantado por favor. - disse Nuno - Não compreendo. Como chegaste aqui? - questionou Clara incrédula. - Os ficheiros de funcionários... Eu tenho acesso! - disse Nuno com um meio sorriso. - Isso é proibido! - disse Clara em tom reprovador - Essa informação é confidencial e não podes servir te dela para coisas pessoais. - Os meios justificam os fins e eu nunca poderia deixar um assunto como o nosso pendurado para amanhã. - disse Nuno em sua defesa - E agora que já fizeste o interrogatório, posso entrar? Clara exitou alguns segundos , lentamente afastou o seu corpo que bloqueava a entrada para o lado. Até ao momento Nuno apenas sentira o seu aroma doce quando ela gesticulava. Agora que o espaço entre eles era substancialmente mais curto, o cheiro dela invadiu-o com um murro no estômago. Clara seguia à sua frente e toda ela eram curvas a baloiçar aos seus olhos, ao alcance das suas mãos. Quando Clara se virou já na sala ele estava a milímetros da sua pele, da sua boca. Apenas separados pelo ar que passava entre eles. Nuno foi mais rápido, o desejo apoderou-se dele naquele instante e não foi capaz de controlar. Agarrou-a firme pela cintura e colou novamente a sua boca naquela boca que o chamava em silêncio. Clara ficou tensa, ele sentiu o seu corpo retrair se mas não foi capaz de parar. Era novamente tarde de mais. Começou a beijar lhe as faces e foi descendo pelo pescoço. As suas mãos continuavam a agarrar aquela cintura irrequietas. Ele queria voltar a tocar e a sentir aquele corpo no dele, estar dentro dele. Clara por sua vez lutava com o misto de excitação e receio, sem saber a qual deles devia responder. Por um lado queria desesperadamente voltar a tê-lo em si mas a que preço? (Continua) Pensavam que ia ser assim tão fácil...? Em que pé irá terminar este reencontro? Será que Clara se vai deixar levar pela razão ou pelo coração?

2015-12-06_00.19.27.jpg

18
Dez15

Desafio Tradições de Natal


Ana Rita 🌼

receitas-de-doces-e-salgados-para-o-natal.jpg

  1. Quando é que o Natal começa para ti?

O Natal é quando uma gaja quiser… por isso é natal todo o ano!!

 

  1. Qual é o filme de Natal que tens mesmo de ver?

Musica no Coração

 

  1. Fazes um bolo de Natal ou compras?

Normalmente quando chego, está tudo feito! É a mãe e a avó que fazem os docinhos!

 

  1. Quando é que montas a Árvore de Natal?

Este ano não montei… é verdade … este ano não à nada alusivo ao Natal!! Só prendas

 

  1. Tens uma Árvore de Natal verdadeira ou falsa?

Falsa

 

  1. Quando é que começas a ouvir músicas de Natal?

A partir do momento em que as rádios as começam a passar… mas confesso, farto-me rapidamente.

 

  1. Usas sempre as mesmas decorações de Natal todos os anos ou compras novas?

Só comprei as minhas decorações de natal o ano passado, são novas??

 

  1. Como passas a noite da véspera de Natal?

… este ano vou passar com os meus sogros e com mais pessoas, quem?? Ainda não sei… daqui a uma semana já saberei.

Mas onde gostava de passar? Na casa dos meus pais…como todos os anos!

 

  1. Calendário do advento ou não?

Não.

 

  1. Deixas um lanche para o Pai Natal e as renas?

Não tenho lareira…

 

  1. Como é que o Pai Natal entra na tua casa?

Não entra L

 

  1. Que cheiros te fazem lembrar do Natal?

Fatias douradas … mnham mnham

 

  1. Como passas o dia de Natal?

Posso responder a esta pergunta na próxima semana?? É que vou passar com os meus sogros pela 1ª vez (sou casada à 9 anos mas sim…é uma estreia)

 

As minhas nomeadas para se desbroncarem são: tchan tchan tchan

 eagoraseila

desabafosdamula

duasmulheresemeia

justsmile

 

18
Dez15

Murmúrios de Prazer #3


Ana Rita 🌼

A história de Nuno e Clara (depois de alguns dias em stand by) está de volta

 

Assim que Clara abriu a porta Nuno olhou para ela, tinha vestido um robe que se colava completamente ao corpo pelo meio da coxa, deixando todas suas formas bem vincadas e umas pernas maravilhosas á mostra.

Nuno, após a saída apressada de Clara, tinha voltado ao seu escritório com a cabeça num turbilhão. Sabia qua a sua atitude impulsiva iria ter consequências desastrosas, tanto a nível profissional como pessoal.

Já não era a primeira vez que ele estava com outras mulheres, até porque o seu casamento com Patricia não passava de mera fachada praticamente desde que tinham vindo da lua-de-mel.

Patricia era uma mulher linda e bastante carismática, com trinta e um anos era formada em Gestão de Empresas e Marketing e geria a sua própria equipa com pulso de ferro. Nuno vira nela uma boa aliada profissional e uma boa parceira para a cama e para a vida.

Mas muito desse fogo inicial se tinha desvanecido no momento em que Patricia, ainda na lua-de-mel, lhe disse que apenas se casara para atingir status profissional e porque era de bom-tom ser casada no meio em que se movimentava.

Era uma mulher fria e muito pouco dada a romantismos. Nuno ainda tentara contornar essa situação levando-a a viajar e com alguns jantares e prendas mas rapidamente se lhe desvaneceu essa ideia, ela não cedia nem se deixava abalar por romantismos.

Mas a grande facada para Nuno foi quando um dia numa das intermináveis discussões Patricia disse:

- Bem podes tirar o teu cavalinho da chuva Nuno por eu nunca mas nunca te vou dar um filho. Não tenho espaço para crianças na minha vida, nem para ti.

Foi nesse momento que Nuno mudou as suas coisas para o quarto de hospedes e deixou de ter contacto físico com Patricia.

Para ela parecia que nada tinha mudado, e até ignorava o facto de Nuno chegar muitas vezes tarde e de saber que tinha casos com outras mulheres, desde que isso não afetasse a sua presença nos inúmeros cocktails e eventos promovidos pela empresa e pelos clientes.

Esta situação já se arrastava à mais de 10 anos e Nuno sabia que aquela não era a vida que queria para sim, mas a profissão e a rotina fizeram com que ele, um contabilista de sucesso se acomodasse àquele tipo de vida.

 

(Continua)

 

Como será o reencontro de Clara e Nuno?

Será que vão sucumbir à paixão ou Clara vai expulsar Nuno?

Será que Nuno vai ter coragem de contar a sua situação conjugal a Clara?

 

19087718_u7vJ3.jpeg

 

16
Dez15

E tu, o que dirias àquela pessoa?


Ana Rita 🌼

Eu diria que a amo incondicionalmente, que nunca consegui cortar o laço que nos une, que morria e matava por ela. Que está no meu pensamento todos os dias e que não imagino a minha vida sem a presença constante dela. Que não imagino a minha vida sem ela, mas sei que não vai estar aqui para sempre! ❤

14
Dez15

#eu já... Cai em público (2 vezes em menos de 5 minutos)


Ana Rita 🌼

 Pois é verdade... num destes dias chuvosos de Inverno esqeueci-me e calcei esta maravilha da moda:

6066031040_2_3_3.jpg

 Ora que os bons dos tenis até são bastante conformtáveis e tal mas... não para andar em dias de chuva!! A sola escorrega para teteu!

 

 Ia eu MUITO atrasada para apanhar a camioneta e eis que, quando cheguei à rua estava a chover desalmadamente. WTF? Ok vamos começar a correr porque a camioneta estava a fazer a rotunda e qual não é o meu espanto quando começo a correr e ao fim de três passos estava eu a correr no ar (tal qual bailarina de dança moderna) e catrapumba espalhei-me ao comprido no meio da rua ... foi mala para um lado, lancheira para outro, a roupa toda molhadas mas, que se lixe! Levantei-me em grande velocidade (neste momento as pessoas que estavam dentro do autocarro já parado estavam Todas a olhar para mim pela janela )

bus.jpg

 Levantei-me em grande velocidade e fui direita ao autocarro. Entrei piquei o passe o senhor arrancou e... voltei a sentir-me "sem chão" os meus pés derraparam e caí redonda no meio do autocarro.

Marmita para um lado, mala para outro e eu já desesperada (note-se que tinha um casaco daqueles de inverno todos almofadados)

75346_001_BLACK_LG.jpg

 E fiquei a modos que "entalada" no meio do corredor... 

 Quando finalmente vejo uma mão estendida para mim, pois foi um rapaz que me ajudou a levantar e a sentar-me EM SEGURANÇA no banco.

 Só sentia toda a gente a olhar para mim, a rir-se de mim (hoje em dia eu parto-me a rir com a situação)

images.jpg

  Resultado: estava encharcada, rasguei as calças, uma perna e as mãos esfoladas, cheia de vergonha e ... ainda com um dia de trabalho pela frente (que ao chegar no estado em que estava fui BOMBARDEADA com perguntas)

 

 Hoje em dia tem graça mas... na altura fiquei para morrer!! E depois ter que encarar as pessoas nos dias seguintes foi horrível... toda a gente olhava para mim e se ria 

11
Dez15

O meu pior pesadelo matinal


Ana Rita 🌼

images (1).jpg

 

  Sou uam dormente/dorminhoca nata! 

  Tenho um acordar terrível, sou daquelas pessoas que precisam de 20 minutos em silêncio absoluto para se capacitar que tem que acordar e TEM que sair de casa.

  Ora o esponjo hoje ficou em casa e fez uma coisa TERRÍVEL!!!

  Assim que o despertador tocou às 6:30h (pois é, devia ser proibido acordar antes das 10h da manhã, mas enquanto não sou primeira ministra não posso instaurar esta lei) o desgraçado "agrafou-me" e aninhou-se em mim!!

  Resultado: Levantei-me às 6:50h ATRASADISSIMA ... imaginem eu toda desgrenhada, com uma perna vestida e a outra por vestir a pôr o leite a aquecer para o pequenito, cheia de ramelas a pentear-me e a preparar a roupa porque hoje é o JANTAR DE NATAL da empresa e já não venho a casa ... trocar fralda ao puto ir passear a cadela levar o puto à ama... e acordar o demónio dos lemçois e causador de todo este stress matinal e dizer-lhe "levanta-te, tens que me ir levar ao Oriente JÁ"

 

tumblr_md4kvsJ9CI1rnbayko1_500.jpg

 

 

Pág. 1/3