Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Conversas, Café & Sorrisos

Atreve-te a ser tu mesmo todos os dias!

Atreve-te a ser tu mesmo todos os dias!

Conversas, Café & Sorrisos

29
Set17

Já não se pode ir de férias catano


Ana Rita 🌼

fofoca.jpg

É verdade isto aqui no meu trabalho fica-se 15 dias fora e acontece de tudo um pouco, eu explico:

 

A está grávida

B foi despedida

C foi promovida

 D e  E andam enrolados

 

E por aí a fora minha gente, um alfabeto inteiro de fofoquices e intrigas aqui por estas bandas que uma pessoa até fica baralhometra com tanta informação.

Há quem diga que é porque somos resmas de gajas, há quem diga que é por ser uma empresa com paletes de gente... eu cá acho que também à muitos gigabites de tempo lívre (que é como quem diz nada para fazer ou... falta de vontade).

 

Digam-me ... nas vossas empresas também é assim?

28
Set17

A língua portuguesa é...


Ana Rita 🌼

...lixada com F.

 

Ligo para um cliente habitual (que é como quem diz de todos os dias) e tivemos a seguinte conversa:

 

_ Olá Hugo bom dia como está tudo bem?

_ Sim Ana está tudo bem, hoje vai ser uma rapidinha OK? 

 

E fez-se silencio na linha... 

maxresdefault.jpg

WTF será que ele pensa que é isto é uma linha erótica ou serei eu que tenho uma mente poluída???

Bem...é tudo por hoje!!

21
Set17

esta história dos afectos


Ana Rita 🌼

Sou uma pessoa que se afeiçoa com demasiada rapidez às pessoas que me cativam. 

Gosto de pessoas! Cada uma com o seu feitio o género humano é-nos apresentado e desfila perante nós das mais diversas formas e maneiras.

Na nossa vida convivemos com milhares de pessoas, no trabalho, num café ou no supermercado são só uma ínfima partícula de espaço onde vamos socializando com conhecidos e desconhecidos.

Há aquelas pessoas a quem nos afeiçoamos e que permanecem na nossa vida e aquelas que apenas passam.

E é aqui que os afectos magoam... 

Teimo em afeiçoar-me demais às pessoas e depois na despedida ou na falha fico magoada, sentida ou irritada comigo mesma.

Porque alguém um dia já me havia dito "não vale a pena" ou "é passageiro" e eu teimo em não aprender, em tentar cultivar rosas em campos estéreis.

E o mundo continua a gira, a vida soma e segue, eu vou crescendo e vou aprendendo (ou não) a julgar as pessoas, a ser cautelosa e a manter a distância do que não é bom para mim e para os meus.

57be0ba8e6bb69705483753bc7b643ec.jpg