Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Conversas, Café & Sorrisos

Atreve-te a ser tu mesmo todos os dias!

Atreve-te a ser tu mesmo todos os dias!

Conversas, Café & Sorrisos

22
Mai17

Cenas que me acontecem - Famílias grandes é no que dá


Ana Rita 🌼

Olá, tenho que vos contar isto porque ainda estou meia incrédula com  o que se passou na semana passada.

 

Fez sexta-feira 8 dias um tio meu (irmão do meu pai) faleceu inesperadamente e como é normal toda a família se reuniu para o velório/funeral. 

A família do meu pai é mesmo grande - somos 28 primos directos sendo que eu sou a penúltima mais nova -  e há pessoas com quem acabei por perder contacto muito cedo e por conseguinte agora que somos todos adultos e cada um seguiu o seu caminho - é triste mas é verdade - e muitos anos depois eis que (por um lado infelizmente) nos voltámos a reunir.

E posto isto - quer tinha que vos contar para perceberem o que me aconteceu...

Esta sexta que passou fui - como de resto vou todos os dias - levar o meu piqueno ao colégio. 

Quando estava a voltar para o carro, já tinha a mão no puxador tive aquela sensação que estava alguém a olhar para mim e olhei para o estacionamento em frente.

simon-cowel-glazed-look.gif

 Esta foi a cara que eu devo ter feito quando tente associar a pessoa que estava a ver e enquadrá-la naquele sítio ás mesmas horas que eu.

 

- Primo és tu?

Ele estava tão incrédulo como eu...

- Sim sou eu.

 

Lá atravessei a rua e fui-lhe dar dois beijinhos - e já agora perceber o que é que um dos filhos do meu tio que tinha falecido, daqueles que eu não conhecia estava ali a fazer ás 7:30 da manhã.

 

- Então primo estás aqui a fazer o quê?

- Vim trazer a minha pequena ao colégio, eu moro aqui ao pé.

 

Olhei para a menina - percebi que tinha +/- a idade do meu - OMG

 

- A tua filha anda neste colégio?

- Anda!

- Olha que engraçado o meu filho também!

Como estava MESMO muito atrasada disse-lhe que o adicionava a ele e à mulher - que também conheci - no facebook e que falávamos mais tarde.

Da parte da tarde quando cheguei a casa e fui ver a foto de Natal da sala do meu filho e....

espanto-miley-cyrus-gif-bcq.gif

 

 Lá estava a filha do meu primo - minha prima e prima do meu filho - toda sorridente ao pé do Francisco.

 

Pois é minha gente o mundo é pequenino - os putos adoram-se e são super amigos desde que o Pikiko entrou para a cresce que não se largam e a menina farta-se de falar dele em casa e vice versa, o meu esponjo cruzava-se montes de vezes com a mulher do meu primo quando ía buscar o herdeiro e pronto, o Francisco está todo contente com a "pima" e a pima diz que "agora vão poder brincar para sempre".

tenor.gif

 

18
Out16

A propósito...


Ana Rita 🌼

Li atentamente este post e fui coscuvilhar este post e digo o mesmo... pó caralho!

1º Quando venho da "terra" farto-me de reclamar porque a sogra manda comida a mais, ovos a mais, carne a mais...imaginem que tive que comprar uma arca só para conseguir congelar tudo - lá ficou a cozinha toda atafulhada e cenas.

Aquilo é abrir a mala do carro e ver pernas de frango, ovos frescos, pão alentejano e a fins a saltar de tudo quanto é lado na bagageira e em casa?? primeiro que se descarregue é um 31, segundo e tendo em conta que moro num 3º andar sem elevador é ver-me e ao esponjo a fazer "piscinas" para baixo e para cima...chego ao fim na dúvida se vim de viagem ou se fui correr a maratona da ponte.

Aquilo é um sem fim de coisas para arrumar e arranjar e congelar... eu TAMBÉM REZO BAIXINHO e "corto da casaca" de quem me tira a visibilidade à pedra da cozinha... aquela bancada parece um restaurante no inicio do dia.

 

2º Quando morava com os meus pais era o meu pai que carinhosamente me preparava a marmita, cheia de comerzinho do bom e ao pormenor um querido/amoroso/fofinho paizinho. As minhas colegas diziam "áh e tal que sorte" ... pois era o rpoblema era quando o almoço era MASSA...sim massa/esparguete aquilo era um sem fim de goma agarrada àquelas pérolas brancas que eu adoro - GOMA, RESMAS E PALETES DELA... ODEIO MASSA COM GOMA!! Rezava na pele do meu pai todo o santo dia porque, como é óbvio a massa/esparguete ía toda para o real caixote do lixo (eu sei há pessoas a morrer à fome ... mas no momento não me lembrava disso) - as colegas criticavam, eu panicava da fome e aquilo era um sem fim de choradinhos por causa da bem dita massa com goma.

Se eu reclamava com o meu pai...CLARO!! Aquilo a casa ia a baixo...até ao próximo tuperwear de esparguete/massa era sempre a MESMA lenga lenga.

 

Se eu reclamo e reclamava... SIM mas CLARO que estas acções ficam sempre bem a quem as pratica e são sempre bem aceites por quem recebe... seja bem ou seja mal:

O IMPORTANTE É RECLAMAR! PORQUÊ?? SEI LÁ...

reclamar-1.jpg